Artigos técnicosGrãos

Ácidos húmicos é um estímulo às raízes secundárias

I OFICINA DE PROCESSAMENTO DE DADOS PARA AGRICULTURA DE PRECISÃO

Autores

Marihus Altoé Baldotto
Lílian Estrela Borges Baldotto
lilian.estrela@ufv.br
Professores da Universidade Federal de Viçosa

Fotos: Shutterstock

Os ácidos húmicos são substâncias que compõem a matéria orgânica de solos, sedimentos e adubos orgânicos. Durante a compostagem, resíduos de auxinas e hormônios vegetais são complexados na matéria orgânica humificada, especialmente na estrutura dos ácidos húmicos.

Ao aplicarmos os ácidos húmicos nas plantas, normalmente em solução (e/ou suspensão) aquosa, esses resíduos hormonais atuam no metabolismo das plantas com efeitos “auxínicos”, tais como o estímulo à emissão de raízes laterais.

Dentre todos os efeitos dos ácidos húmicos (veja mais detalhes na revisão escrita na edição comemorativa dos 75 nos da Revista Ceres da UFV) http://www.scielo.br/pdf/rceres/v61s0/11.pdf), a emissão de raízes laterais facilita os mecanismos de transporte dos nutrientes do solo às plantas, incrementando a sua absorção. Plantas bem nutridas toleram muito melhor os estresses bióticos (e.g., pragas, doenças, plantas daninhas) e abióticos (secas, toxidez, etc.) e produzem de forma ótima.

Manejo

Nossos resultados mostram que a aplicação dos ácidos húmicos é bem sucedida quando efetuada antecedendo as mudanças de estádios de desenvolvimento (fases da vida das plantas), por exemplo. Isso acontece desde a germinação, no caso da propagação seminífera ou na clonagem/cultura de tecidos, quando a propagação é vegetativa.

Este é um conteúdo restrito para assinantes.
Se você é um usuário registrado, por favor, entre no site.

Login de Usuários
   
Etiquetas
Mostrar mais