Artigos técnicosGrãos

Tratamento de sementes é fundamental para as culturas de milho e soja

I OFICINA DE PROCESSAMENTO DE DADOS PARA AGRICULTURA DE PRECISÃO

Autores

Daniela Andrade
Mestre em Fitotecnia e Especialista em Planejamento Agrícola
daniela.andrade@attosementes.com.br
Gustavo Henrique Cafisso
Bacharel em Agronomia
gustavo_cs0@hotmail.com
Crédito: Daniela Andrade

Quando o objetivo do produtor é ter uma lavoura vigorosa e produtiva, a semente é um insumo essencial, e sua qualidade não pode deixar a desejar. Um manejo essencial é o tratamento das sementes, que protege a semente durante o período de germinação e emergência contra pragas e patógenos do solo e do ambiente, um quesito de grande importância no desenvolvimento de plantas vigorosas e sadias.

Frente à ameaça de pragas e doenças, o cancro da haste da soja, do mofo-branco do feijão e da soja, de fusarioses de um grande número de espécies, de antracnose, das podridões do colmo em milho, da ramulose do algodoeiro, de bacterioses e viroses de olerícolas são exemplos suficientes para indicar a dimensão do risco que se corre pela omissão do controle da qualidade sanitária das sementes.

Entenda melhor

O tratamento de sementes é a prática fitossanitária mais eficiente nos cultivos de soja e milho que auxilia na eliminação e/ou na redução na pressão de pragas e doenças em sementes e plântulas. E ainda pode impedir a entrada do patógeno em áreas isentas, favorecer a emergência mais uniforme das plântulas e evitar a necessidade de replantio.

Este é um conteúdo restrito para assinantes.
Se você é um usuário registrado, por favor, entre no site.

Login de Usuários
   
Etiquetas
Mostrar mais