Artigos técnicosHortifrúti

Fertirrigação inteligente para hidroponia

I OFICINA DE PROCESSAMENTO DE DADOS PARA AGRICULTURA DE PRECISÃO

Autores

Glaucio da Cruz Genuncio
glauciogenuncio@gmail.com
Rafael Campagnol
rafcampagnol@hotmail.com
Elisamara Caldeira do Nascimento
elisamara.caldeira@gmail.com
Professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Talita Santana de Santana Matos
talitasmatos@gmail.com
Doutora em Agronomia – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Fotos: Shutterstock

O cultivo hidropônico é umas das técnicas mais modernas utilizadas para a produção vegetal. Nela, as plantas são cultivadas sem o uso do solo e a nutrição e hidratação (fertirrigação) das plantas são feitos por meio de soluções nutritivas.

Num passado não muito distante, essa forma de cultivo de plantas era considerada inviável comercialmente. Hoje, com o uso da hidroponia é possível produzir algumas plantas de forma até mais econômica do que de forma tradicional, no solo. Com o passar do tempo, novos equipamentos, tecnologias e práticas foram e são incorporados aos sistemas hidropônicos, deixando-os cada vez mais produtivos e simples de serem feitos.

Uma das tendências de tecnologia para hidroponia, ainda pouco difundida no Brasil, é a automação do manejo da fertirrigação. Essa prática consiste em sistemas constituídos por sensores e controladores que reconhecem as condições atuais de cultivo e automaticamente as ajustam aos padrões recomendados pré-programados. Esses equipamentos podem ainda estar conectados à internet, o que permite o ajuste das condições de cultivo de forma remota.

Benefícios da nova tecnologia

Os principais parâmetros da solução nutritiva que são ajustados diariamente pelos produtores são o pH e a condutividade elétrica. Além desses, outros parâmetros muito importantes e que também deveriam ser controlados, são a temperatura e oxigenação da solução nutritiva, a temperatura e umidade relativa do ar e a luminosidade que incide sobre as plantas.

A automação da fertirrigação de sistemas hidropônicos permite a manutenção das condições de cultivo mais próximas às ideais para as plantas, evitando as grandes variações que podem interferir e prejudicar o seu desenvolvimento. O pH da solução nutritiva aplicada às plantas é um exemplo de parâmetro que deve ser ajustado diariamente.

Variações acentuadas do seu valor podem reduzir a disponibilidade de nutrientes para as plantas. A forma mais comum de se fazer esse ajuste é manualmente, pela aplicação de soluções ácidas ou básicas, o que demanda bastante tempo, principalmente em hidropônicas que possuem grande quantidade de reservatórios de solução nutritiva.

Este é um conteúdo restrito para assinantes.
Se você é um usuário registrado, por favor, entre no site.

Login de Usuários
   
Etiquetas
Mostrar mais