Notícias

A escolha do ciclo do híbrido de milho

I OFICINA DE PROCESSAMENTO DE DADOS PARA AGRICULTURA DE PRECISÃO
Crédito Miriam Lins

Com o fim da colheita da safrinha 2019, os produtores que plantam milho na primeira safra se preparam para o desafio de aumentar a produtividade no ciclo 2019/2020. Assim, o agricultor deve estar atento a uma das principais decisões a serem tomadas ainda no planejamento da safra ou safrinha: a escolha do ciclo do híbrido que irá plantar. 

O ciclo de um híbrido é definido pelo número de dias entre a germinação e a maturação fisiológica da planta. Com isso em mente, o agricultor pode ajustar essa escolha à sua realidade e se beneficiar com as características dos híbridos. Em safras onde a janela de plantio está adequada, a escolha por um híbrido precoce pode resultar em um maior potencial produtivo e sanidade. É o caso do DKB 363 PRO3®,lançamento da DEKALB®, marca com mais de 100 anos de experiência no desenvolvimento de híbridos de milho e sorgo,para a safra Norte. O híbrido apresenta estabilidade e elevado potencial produtivo em diversos ambientes de produção para os quais é recomendado. Além disso, proporciona segurança por ser tolerante ao complexo de enfezamento e à mancha-branca, principais doenças da região tropical do Brasil.

“Na safra anterior tínhamos ficado muito curiosos com o DKB 363 PRO3®, que estava sendo cultivado nos campos experimentais aqui na nossa região, então resolvemos usá-lo para esta safra. Plantamos 10,6 hectares deste híbrido e ele respondeu muito bem. É um milho promissor na sua produtividade e responde muito bem no manejo. Se avaliarmos os outros híbridos que plantamos aqui nesta safra, com o DKB 636 PRO3®, conseguimos em média 5 sacas a mais na área plantada. Com certeza vamos continuar com ele na próxima safra”, diz o produtor de Nova Ponte, Minas Gerais, Rogério Pereira Batista.

Já o agricultor que se planejou para plantar uma cultura subsequente, como feijão ou trigo, pode encontrar nos híbridos hiper e superprecoces características importantes para este tipo de plantio, permitindo que sejam feitas até três safras no ano, especialmente em áreas irrigadas. “O Brasil nos dá condições para fazer mais de uma safra por ano e o produtor deve tirar proveito disso. Neste sentido, a DEKALB® é uma parceira do agricultor e oferece um portfólio de híbridos de diferentes ciclos, desde o precoce até o hiperprecoce, para se adaptarem às suas principais necessidades”, afirma o líder Comercial da DEKALB®, Alexandre Paula.

Outra opção da marca é o DKB 230 PRO3®, um híbrido de ciclo hiperprecoce para a safra Sul. Conhecido pelo produtor por seu potencial produtivo, ele apresenta boa estabilidade, sanidade foliar e responde conforme o ambiente de produção. 

Sobre a Bayer

A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de saúde e nutrição. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar pessoas apoiando-as para superar os maiores desafios apresentados pelo crescimento e envelhecimento populacional. Além disso, a companhia visa criar valor por meio da inovação e crescimento. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e a marca Bayer representa confiança, credibilidade e qualidade ao redor do mundo. No ano fiscal de 2018, com cerca de 117 mil colaboradores, obteve vendas de € 39,6 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2,6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 5,2 bilhões. Para mais informações, acesse www.agro.bayer.com.br.

Etiquetas
Mostrar mais