Melancia com menos sementes e mais compacta para o consumidor

Créditos Divulgação

Créditos Divulgação

Para atender as novas exigências do consumidor, que cada vez mais busca por praticidade na hora de comprar alimentos, a Nunhems, unidade de sementes de hortaliças da Bayer, desenvolveu uma melancia com menos sementes, que vem para mudar o conceito e a experiência de consumo da fruta no Brasil.

Para Guilherme Hungueria, engenheiro agrônomo e especialista em marketing para a Bayer no Brasil, “tanto o consumidor quanto o comerciante se beneficiam desta variedade que traz benefícios certos como doçura, uniformidade dos frutos, menor quantidade de sementes e facilidade para transporte”.

A nova melancia tem peso médio de seis a oito quilos, bem menor que a convencional, que chega a pesar mais de 15 quilos. Isso facilita o transporte e armazenagem, bem como evita o desperdício do alimento. Mais saudável, ela possui o dobro de antioxidantes do que a melancia convencional, além de possuir um sabor e uma doçura inigualável.

Ailton Ribeiro, diretor de pesquisa de melancia - Créditos Divulgação

Ailton Ribeiro, diretor de pesquisa de melancia – Créditos Divulgação

Para aqueles que desejam conhecer este produto, outra característica que ajuda na identificação é o fato de ela ser a única do mercado com a casca integralmente escura, tornando-a inconfundível.

Hungueria afirma que “o consumidor atual passou a adicionar a praticidade em sua lista de fatores importantes para a decisão de compra de um produto. Hoje em dia é comum vermos alguns desses exemplos, como a alface lavada e cortada, a cenoura ralada, a abóbora descascada, dentre outros. Neste sentido, a Bayer vem fazendo diversos investimentos para atender esta demanda latente e melhorar a experiência do consumidor”.

A quantidade reduzida de sementes é obtida por meio do cruzamento de duas melancias de espécies diferentes, algo que pode acontecer naturalmente na natureza. Hungueria explica que é preciso plantar duas melancias diferentes, uma ao lado da outra em um mesmo campo para obtenção da semente do híbrido da Melancia. “Por uma questão biológica, ao plantar uma melancia 4n e outra 2n no mesmo campo, elas irão gerar um fruto com semente 3n, que é estéril. E o que representa a esterilidade na melancia? A ausência de semente!”.

Liderança

Ela é diferente de toda melancia encontrada no Brasil – é mais vermelha e tem muito menos sementes, tem a casca escura e é menor e mais conveniente para o consumidor.

A melancia com menos sementes foi desenvolvida pela Nunhems, marca da Vegetable Seeds, unidade de negócios de sementes de hortaliças da Bayer, já conquistou o mercado consumidor norte-americano e é líder de seu segmento na Europa, onde é vendida sob a marca Fashion. “Seu sabor e conveniência fizeram dela a preferida do consumidor no mercado internacional”, aponta o especialista de Marketing da Vegetable Seeds, Guilherme Hungueria.

Essa matéria você encontra na edição de novembro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *