Energia solar se torna solução no agronegócio

Gerar energia elétrica nas propriedades rurais, por meio da captação da luz do sol, é uma alternativa ecologicamente correta que reflete em redução de custos, pois o agricultor pode usar na fazenda e vender o excedente

 

Criz Renê Zanovello

Engenheiro mecânico e mestre em Produção Vegetal – Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro)

renecriz@hotmail.com

Fabiano Pacentchuk

Engenheiro agrônomo, mestre em Produção Vegetal e doutorando em Agronomia – Unicentro

fabianopacentchuk@gmail.com

Saullo Monteiro Gomes

Camila Kaminski de Agostinho

Graduandos em Agronomia – Unicentro

Itacir Eloi Sandini

Engenheiro agrônomo, doutor e professor de Agronomia – Unicentro

isandini@hotmail.com

 

A energia solar é uma tecnologia já presente em diversas propriedades agrícolas - Crédito Shutterstock

A energia solar é uma tecnologia já presente em diversas propriedades agrícolas – Crédito Shutterstock

Embora todos saibam do que se trata a energia, este é um conceito difícil de ser explicado. Durante o desenvolvimento de toda a humanidade, inúmeros pesquisadores foram descobrindo formas de se aproveitar energia do meio para bens próprios.

Atualmente, tem-se uma gama variada de formas de se converter um tipo de energia em outro. Destas, podem-se citar energias como a eólica, obtida pela força do vento, a térmica, obtida pela combustão de combustíveis e também a energia solar, proveniente da radiação emitida pelo sol. Cada uma destas energias possui suas vantagens e desvantagens quanto a custos, aplicação, implantação, etc.

Energia que move o mundo

A maioria dos equipamentos presentes no mundo inteiro é movido a partir de energia elétrica. Desde que a humanidade aprendeu a lidar com esta tecnologia, sua incorporação se tornou de grande aceitação.

Sua utilização pode ser em motores de grande e pequeno porte, além do que, este tipo de energia pode ser armazenado em dispositivos denominados baterias. Atualmente temos celulares, veículos, aviões, eletrodomésticos, dentre outros componentes movidos a partir de energia elétrica.

Desta forma, a energia elétrica se tornou essencial na vida cotidiana da população mundial. Sendo assim, a busca por formas cada vez mais eficientes de se aproveitar e converter um tipo de energia em elétrica se tornou uma questão relevante nas discussões políticas e econômicas do mundo todo.

Flutuadores solares prontos para produzir energia - Crédito Sunlution

Flutuadores solares prontos para produzir energia – Crédito Sunlution

Pensando nisto, a energia solar é uma fonte pouco utilizada e que apresenta inúmeras vantagens quando comparada às demais. Para se ter uma ideia do potencial da energia solar para o mundo, um estudo desenvolvido pelo físico alemão Gehard Knies, em 1986, mostra que os desertos recebem em seis horas a energia que a humanidade consome em um ano.

Esta é uma quantidade muito relevante e demonstra as possibilidades que a energia solar pode apresentar para toda a humanidade, pois se trata de uma energia limpa presente de leste a oeste e de norte a sul, esperando para ser melhor explorada.

A energia solar é uma fonte pouco utilizada - Crédito Copercampos

A energia solar é uma fonte pouco utilizada – Crédito Copercampos

Benefícios

Uma das principais vantagens da utilização da energia solar está justamente na sustentabilidade, não sendo necessária a queima de combustíveis fósseis ou então grandes extensões de terra para o represamento de água dos rios para usinas hidroelétricas.

Se um número considerável de produtores aderir a este tipo de tecnologia, inúmeros benefícios podem ser agregados à economia e mesmo ao ambiente no País. Vale ressaltar que substituir totalmente uma fonte de energia é algo muito difícil, mas a adoção de sistemas com placas fotovoltaicas apresenta grandes benefícios para todos.

Os produtores rurais também podem experimentar, em pouco tempo, o retorno econômico, deixando seu fluxo de caixa mais atraente. Além disso, é importante ressaltar que já estão disponíveis linhas de financiamento do BNDES para custeio da energia solar em propriedades rurais.

Uma das principais vantagens da utilização da energia solar é a sustentabilidade - Crédito Shutterstock

Uma das principais vantagens da utilização da energia solar é a sustentabilidade – Crédito Shutterstock

Do sol para as redes

Para a conversão da energia emanada pelo sol em energia elétrica que pode ser aproveitada é necessário a utilização de placas fotovoltaicas que absorvem a luz, e como consequência liberam elétrons.

A luz proveniente do sol vem em forma de “pacotes” de energia, os quais denominam-se fótons. Estes fótons têm uma quantidade de energia associada. Quando um fóton entra em contato com um elétron promove sua excitação e faz com que este altere sua camada iônica.

Este é basicamente o processo utilizado em uma placa voltaica necessária para produção de energia elétrica. Os fótons (luz), ao atingirem uma placa fotovoltaica, excitam seus elétrons, promovendo a geração de energia elétrica, que por sua vez gera uma corrente elétrica que pode ser utilizada nos mais diversos eletrodomésticos, carros elétricos, bicicletas elétricas, etc.

Um exemplo prático da utilização de energia solar são as plantas, que absorvem a luz solar e a convertem em fotoassimilados. Em outras palavras, as plantas se “alimentam” da energia solar e produzem compostos que são essenciais para seu crescimento e desenvolvimento.

E nós, como seres onívoros, nos alimentamos direta ou indiretamente destas plantas que absorveram energia solar. Logo, a sobrevivência de toda vida na Terra está intimamente ligada ao aproveitamento de energia solar.

No entanto, a maior parte da energia produzida para consumo no Brasil é a hidráulica, que aproveita a energia potencial da água para girar dínamos e converter em energia elétrica. Cerca de 90% da energia consumida no País vem desta fonte.

A grande vantagem da energia das usinas hidroelétricas é que se pode armazenar água e quanto mais se solicita energia, mais água pode ser liberada para conversão em energia elétrica. Este mesmo processo não acontece com a energia solar, em que, durante a noite ou dias nublados, não há produção de energia elétrica, pois não se tem a luz solar.

 A energia solar pode ser aproveitada para mover os sistemas de irrigação, por exemplo - Crédito Shutterstock

A energia solar pode ser aproveitada para mover os sistemas de irrigação, por exemplo – Crédito Shutterstock

 

Essa é parte da matéria de capa da Revista Campo & Negócios Grãos, edição de agosto de 2018. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

 

Ou assine

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *