Brasil terá a maior feira florestal dinâmica do mundo em 2018

Mais de 220 expositores estão confirmados na Expoforest 2018. A quarta edição da feira acontecerá em abril, em uma área de 200 hectares com árvores de eucalipto, na região de Ribeirão Preto (SP)

 

Créditos Divulgação Expoforest Valterci Santos

Créditos Divulgação Expoforest Valterci Santos

O mercado florestal brasileiro é um dos poucos que não serve como termômetro para a economia do País. Na contramão da resseção econômica e escândalos políticos, o setor exportou no ano passado mais de US$ 7,7 bilhões apenas de celulose, papel e painéis de madeira. A marca significa um crescimento de 11% em relação a 2016.

Dono de condições edafoclimáticas excelentes, o Brasil desponta no cenário internacional de produção florestal. Isto porque duas espécies exóticas – pinus e eucalipto – se adaptaram muito bem ao País.

A área territorial do Brasil é de 8.516.000 km² (ou 2,104 bilhões de acres). De acordo com a Ibá (Indústria Brasileira de Árvores), principal entidade representativa do setor no País, apenas 7,84 milhões de hectares (ou 19,373 milhões de acres) estão ocupados com florestas plantadas. Isto corresponde a 0,92% de todo o território.

As espécies de pinus e eucalipto representam a maioria das árvores plantadas – mais de 90%. As coníferas (pinus) estão em 20% das áreas plantadas, e as folhosas (eucalipto) em 71%.

O rápido crescimento das espécies de pinus e eucalipto em terras brasileiras é o principal fator que motiva o cultivo, pesquisa e investimentos nestas espécies. Em 2016, o Brasil liderou o ranking global de produtividade florestal, com uma média de 35,7 m³/ha ao ano para os plantios de eucalipto; e 30,5 m³/ha ao ano nos plantios de pinus, de acordo com as informações reportadas pelas principais empresas do setor. Em média, o ciclo produtivo do eucalipto é de sete anos e do pinus, 15.

Expoforest

Para apresentar este promissor mercado a investidores do mundo todo, mostrar o que a silvicultura brasileira tem de melhor e atrair as novidades dos principais países produtores de madeira, foi criada a Expoforest – Feira Florestal Brasileira.

A quarta edição da maior feira florestal dinâmica do mundo, em 2018 acontecerá entre os dias 11 e 13 de abril, em Santa Rita do Passa Quatro, na região de Ribeirão Preto (SP).

O evento será realizado em uma área da InternationalPaper, de 200 hectares com plantações de eucalipto clonal.

Realizada a cada quatro anos, a Expoforest está no calendário global dos principais eventos setoriais do mundo. “Acreditamos que a realização da Expoforest 2018 será novamente uma oportunidade para reunir toda a cadeia produtiva da madeira e mostrar a força do setor florestal para o Brasil e o mundo”, comenta Jorge Malinovski, diretor geral da empresa organizadora, que leva seu nome.

Ainda segundo ele, as expectativas para a Expoforest 2018 são as melhores possíveis. “Acreditamos no sucesso e crescimento do evento, levando em consideração a estabilidade e crescimento do setor de florestas plantadas nos últimos anos, que em muitos momentos caminhou na contramão dos demais setores nacionais. Este cenário deverá se repetir no que tange o número de expositores e visitantes da feira”, confirma.

Seletividade

No momento, 230 empresas já estão confirmadas na feira e apresentarão lançamentos, tecnologias e tendências para toda a cadeia produtiva da madeira, representando as principais marcas de soluções e tecnologias para as atividades de silvicultura, colheita, transporte e biomassa.

De acordo com a Malinovski, mais de 30 mil visitantes do Brasil e países com histórico florestal são esperados nos três dias do evento.

A Expoforest faz parte do FDF (Forestry Demo Fairs), um conselho que atesta qualidade e segurança das maiores feiras florestais dinâmicas do mundo. Fazem parte deste seleto grupo as feiras da Asturforesta (Espanha), EKO-LAS (Polônia), Elmia Wood (Suécia), Euroforest (França), FinnMETKO (Finlândia) e KWF-Tagung (Alemanha).

Uma área de 200 hectares com árvores de eucalipto está reservada para a realização o evento - Créditos Divulgação Expoforest Valterci Santos

Uma área de 200 hectares com árvores de eucalipto está reservada para a realização o evento – Créditos Divulgação Expoforest Valterci Santos

Temas

Para a edição 2018, está sendo trabalhado o slogan ‘Extreme Forestry Fair’. “O slogan foi desenvolvido pelo nosso time de marketing devido às características da Expoforest. A feira é a mais extrema do mundo quando levamos em consideração a sua realização dentro de uma floresta plantada e, claro, o número de dinâmicas de silvicultura, colheita, transporte e biomassa realizadas. Este diferencial é possível graças às características de produtividade das nossas florestas plantadas. O ciclo produtivo no Brasil para o eucalipto gira em torno de sete anos.Em outros países, como os escandinavos, por exemplo, o ciclo de uma floresta pode durar até 90 anos”, compara Jorge Malinovski.

O evento

A Expoforest é a única feira florestal dinâmica da América Latina. A cada quatro anos reúne toda a cadeia produtiva da madeira, mostrando-se a melhor oportunidade para os profissionais do setor florestal terem acesso às tecnologias e soluções para as atividades florestais.

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Floresta, edição de março/abril  2018. Adquira a sua para leitura completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *