Adubação biológica é alternativa para redução de custo

 

Camila Leite Santos

Técnica em Florestas e Agropecuária, e graduanda em Engenharia Florestal na Universidade Federal de Lavras (UFLA)

camila_leite96@hotmail.com

A compactação vem trazendo diversos problemas para os produtores. O solo compactado dificulta e muitas vezes impossibilita o desenvolvimento das raízes, o que afeta diretamente a absorção de água e nutrientes, reduzindo assim a produção da cultura, além de afetar a produção. A correção desse problema gera custos diretos e indiretos, pois o processo de compactação resulta em um solo pobre.

A adubação biológica tem sido a opção de muitos produtores ultimamente, por agir diretamente na reestruturação do solo, a qual permitirá que processos como crescimento de raízes e armazenamento de água se deem com mais facilidade. A adubação biológica, quando utilizada junto à adubação mineral, aumenta a eficiência da mesma, reduzindo a quantidade de fertilizantes a serem utilizados.

Origem

O adubo biológico provém de material orgânico, ou seja, carrega consigo diversos nutrientes em proporções, na maior parte das vezes, não balanceadas. Nesse caso, é proposto que a adubação mineral acompanhe a adubação biológica para que as proporções dos nutrientes sejam balanceadas.

Porém, a quantidade exigida para tal é menor do que a quantidade recomendada para caso não haja a presença do adubo orgânico. Dessa forma, a quantidade reduzida de fertilizantes, a reestruturação do solo compactado, bem como os efeitos a longo prazo da adubação biológica na propriedade rural afetam os custos do produtor.

O que é

Mas, enfim, o que seria o adubo biológico? Este, nada mais é do que a incorporação de resíduos animais ou vegetais que passam por um processo de compostagem. Ou seja, permite ao produtor utilizar os resíduos que seriam descartados em sua propriedade, fazendo com que os custos para produção do adubo sejam muito pequenos, ou até nulos.

Se analisarmos o fato de necessitar de um capital baixíssimo para preparação e utilização do adubo orgânico e todas as vantagens já citadas anteriormente, o produtor investiria nele?

Vale a pena citar que a destinação dos resíduos evita que o descarte seja feito incorretamente, ou seja, que os mesmos prejudiquem o meio ambiente.

Essa matéria você encontra na edição de junho de 2018 da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

Ou assine

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *